segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Lei da Investigação Aplicada à Vida


Durante este ano aprendi uma regra básica que os cientistas costumam utilizar, e que lhes poupa imenso tempo na realização de uma nova descoberta: quando um objectivo não se realiza através de um procedimento, não vale a pena persistir, o melhor é ir por outro caminho (por vezes mais simples).

O que tem de especial? Tudo! Mesmo que agora nos pareça uma forma de agir óbvia, muitas vezes não nos lembramos dela e desperdiçamos imenso tempo da nossa vida a cometer os mesmos erros, a resolver os problemas da mesma maneira, a seguir sempre o mesmo caminho,…

Reparamos que os nossos objectivos não são alcançados e entramos num estado de frustração, mesmo que ténue. Nem nos apercebemos de que, se seguirmos sempre o mesmo modelo, a construção será sempre a mesma.

Por isso peço-vos que meditem um pouco sobre a frase acima destacada.

Seja para inovar numa nova área, para resolver um problema matemático ou para dar novas cores à vida, não esperemos que a mesma rotina nos traga frutos diferentes.


Sem comentários:

Enviar um comentário