quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

We wish you Merry Christmas

Olá a todos!

Como referi no meu post anterior, estamos em plena época de Natal, e não podia deixar de desejar a todos os visitantes do meu blog

 Um Maravilhoso Natal Cheio de Felicidades!

Desta forma, aproveito para passar a mensagem com uma música bastante conhecida "We wish You a Merry Christmas", na voz de Enya.

Provavelmente não conhecem a cantora, uma vez que esta canta maioritariamente músicas celtas - Mas espero que gostem!




Desejo a todos a realização dos seus desejos de Natal mais profundos!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Pôr o Mundo a Sonhar - letra de Natal


Olá a todos!

Bem - vindos ao meu blog! :)

 Encontramo-nos a meio de Dezembro, e o Natal está mesmo a chegar. Já há bastante tempo que vemos as ruas e as lojas enfeitadas, e, muito provavelmente, também já enfeitaram as vossas casas.


Eu, pessoalmente, adoro esta época. As músicas, os doces, as cores, os sorrisos, e sobretudo, a magia que o Natal causa na maioria das pessoas.

Se me perguntarem porque festejo o Natal, direi que não é por motivos religiosos, nem pelos presentes, mas sim por ser uma das poucas alturas do ano em que se enfeita a casa, se está com a família, se partilha palavras e emoções com quem se gosta. 

Também gosto do Natal pelo facto de, por um motivo ou por outro, o ar andar repleto de palavras de compaixão e solidariedade, assim como do mais importante de tudo, Amor.

Por isso pensei que neste Natal não podia limitar-me a ficar em casa a descansar, dia 24 recebia e entregava algumas prendas, e assim se passava esta época.

Não! Este Natal tinha de "entrar em ação", usar as minhas capacidades e alguns dos meus gostos, como escrever, citar textos e poemas, cantar (não sou grande coisa, mas o que importa?) e tocar, para "pôr mão na massa" e ter um natal ativo.

Este Natal, tinha de dar um pouco de mim a quem mais gostasse e ao mundo em geral, ter uma palavra amiga para quem precisasse, e o silêncio bom ouvinte para escutar aqueles que precisassem de ser ouvidos.

E o que vos trago hoje é uma parte da mensagem que quero transmitir este Natal, em forma letra de música.

Esta letra foi feita por mim, mas por enquanto não passa de um poema simples e com palavras adormecidas à espera de ganhar vida. Os versos que postei, não os que tenho na mente, mas os que estão neste post, estão desprovidos de sentimento...

Espero que lhes consigam atribuir a emoção para vocês, que eu atribui para mim. Falem-nos, cantem-nos, toquem-nos, simplesmente leiam e não voltem a olhar para eles, mas se passarem cada verso, conseguirem sentir a grandiosidade das frases simples, e lhes derem o vosso significado, consegui realizar um dos meus objetivos.

Pôr o Mundo a Sonhar

1ª Parte

Este Natal, eu quero sorrir
Quero cantar, quero ser eu.
Saber o caminho a seguir,
E encontrar o que se perdeu.

Quero oferecer paz e amor,
A cada rosto que encontrar.
Quero viver em tal louvor,
Com uma estrela a me guiar.


Refrão:

Este Natal não quero desculpas,
Para ficar em casa a preguiçar.
Quero espalhar a palavra,
E pôr o mundo a sonhar.

Ver as crianças felizes,
Pela casa a saltar,
A abrirem os seus presentes,
E com os outros partilhar.

 2ª Parte

Ver todos os solitários,
A receberem atenção.
Ver sorrisos substituir
A agonia do coração .

Dispam-se das invejas!
Deitem fora más emoções!
O Natal é união,
Uma compilação de emoções!

É uma época de compaixão,
De ajuda e bondade.
Todos devemos dar de nós,
Para a geral felicidade.

Refrão

Este Natal não quero desculpas,
Para ficar em casa a preguiçar.
Quero espalhar a palavra,
E pôr o mundo a sonhar.

Ver as crianças felizes,
Pela casa a saltar,
A abrirem os seus presentes,
E com os outros partilhar.

Feliz Natal!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Julgar alguém...


A maioria de nós, seres humanos, temos a capacidade de ouvir, raciocinar e falar, …

Todavia, apesar de termos 2 ouvidos e um cérebro enorme, comparados com a nossa única boca, por vezes falamos de mais, sem ouvir, e sem pensar.

Abrimos a boca para criticar, julgar, e acabamos por fazer a caricatura de uma pessoa sem a conhecermos devidamente, sem a ouvirmos. Criamos uma imagem completamente desfocada de alguém e passamos a vida a viver debaixo de suposições que inventamos dos outros.

Temos o privilégio de memorizar, refletir, ver, cheirar, tocar, entre muitos outros para que possamos apreciar o mundo à nossa volta, e para que saibamos ao que devemos dar valor.

E o que fazemos?

Usamos essas capacidades para magoar, para ficar por cima dos outros, para sermos mesquinhos e egoístas.

Mas estamos a enganar-nos, pois esta forma de viver só nos traz infelicidade (camuflada em falsa felicidade), perda de oportunidades para descobrir o que verdadeiramente interessa, frustração e, por vezes, sentimentos que nos destroem por dentro como sede de vingança e inveja desmedida.

Se de cada vez que fossemos perder tempo a prejudicar alguém seja de que forma for, pensássemos racionalmente, veríamos que o gosto desse ato seria passageiro e que não traria felicidade a longo prazo – felicidade aquela que sentiríamos com o tempo ao recusarmos esses pequenos atos em nós mesmos.

E este foi mais um pensamento meu, uma reflexão sobre como viver bem neste Mundo.