quinta-feira, 28 de abril de 2011

O Braço Esquerdo de Deus - Paul Hoffman

Olá pessoal!

No dia de hoje, quinta-feira vou apresentar-vos um livro, para o caso de não o conhecerem ou não saberem o que hão-de ler.

Resolvi escolher Braço Esquerdo de Deus, uma vez que é o livro que estou a ler actualmente (ainda não acabei, mas estou quase).




Estou a adorar o livro, pois faz completamente o meu género.

Este livro foi publicado em cerca de 20 países e é classificado pelos leitores como um "romance sombrio, pertubador e emocionante"; algo "brilhante e magnânimo"; um "mundo espantoso" cheio de "personagens estranhas e complexas"; "estranho, divertido, violento e fascinante".

Passemos à introdução da obra:

A sua chegada foi profetizada. dizem que ele destruirá o mundo. Talvez o faça...

Escutem. O Santuário dos Redentores é um lugar vasto e isolado - um lugar sem alegria e esperança. A maior parte dos seus ocupantes foi levada para lá ainda em criança e submetida durante anos ao brutal regime dos Redentores, cuja crueldade e violência têm apenas um objectivo - Servir a Única e Verdadeira Fé. Num dos lúgubres e labirínticos corredores do Santuário, um jovem acólito ousa violar as regras e espreitar por uma janela. Terá talvez uns catorze ou quinze anos, não sabe ao certo, ninguém sabe, e há muito que esqueceu o seu nome verdadeiro - agora chmam-lhe Cale.
É um rapaz estranho e reservado, engenhoso e fascinante. Está tão habituado à crueldade que parece imune a ela, até ao dia em que abre a porta errada na altura errada e testemunha um acto tão terr´vel que a única solução é a fuga.
 Mas os Redentores querem Cale a qualquer preço...não por causa do segredo que ele sabe mas por outro de que ele nem sequer desconfia.

Com o Braço Esquerdo de Deus, primeiro volume de uam trilogia, Paul Hoffman confirma-se como uma das novas grandes vozes da Literatura de Fantasia.

Como já referi, ainda não acabei de ler o livro. Todavia já tenho uma opinião bastante nítida do mesmo:

Para mim esta é uma fantasia cheia de momentos fortes, com romances proibidos, crueldade, maldade, diferentes psicologias e o conhecimento de algo mais do que aquilo que já conhecemos.

Neste livro deparamo-nos com o terrível que pode ser a imposição fanática de uma Fé por parte de alguém; com escolhas que têm de ser feitas; com a mudança das opiniões de alguma personagens; como uma pessoa pode mudar a nossa vida.

Em suma, este livro é uma compilação complexa do que uma fantasia dramática nos pode oferecer.

A verdade é que me faltam poucas páginas para acabar o livro,e ainda há muito para descobrir - o livro nunca pára de me surpreender e o previsível é algo com o qual não pode ser classificado.

Se a Fantasia é do vosso agrado, não deixem de ler O Braço Esquerdo de Deus.

Espero que gostem!

Sem comentários:

Enviar um comentário